A empresa de semicondutores Renesas Electronics e a Micrium, especialista em sistemas operativos em tempo real (RTOS) para sistemas embebidos, anunciaram terem acrescentado suporte para Protocolo Internet versão 6 (IPv6) ao programa de hardware e software já anteriormente anunciado pelas duas empresas.

A iniciativa denomina-se “The Power of Two” e combina as ferramentas Micrium TCP/IP IPv6 com os microcontroladores RX e RL78 da Renesas para aplicações Internet of Things (IoT). As duas empresas anunciaram igualmente o lançamento de funcionalidades de hardware e software adicionais a este programa, permitindo reduzir substancialmente o tempo de desenvolvimento e acelerar a colocação no mercado de novas soluções.

O programa “The Power of Two” capitaliza na relação entre a Micrium e a Renesas de forma a criar soluções de hardware e software combinadas, onde agora “o protocolo IPv6 se transforma no núcleo dos projectos IoT”, tal como afirma Ritesh Tyagi, vice-presidente de marketing da Renesas America. “Não é possível criar uma aplicação IoT sem essa capacidade e estamos bastante satisfeitos por podermos oferecê-la de forma a maximizar o desempenho dos MCUs RX e RL78 em aplicações de máquina-a-máquina e comunicações em cloud”.

A funcionalidade IPv6 permite que os sistemas embebidos possam ter um endereço IP global, tornando possível torná-los acessíveis sem ser necessário lidar com routers com capacidades Network Address Translation (NAT). A stack TCP/IP da Micrium com IPv6 foi desenhada seguindo os parâmetros reconhecidos de código, convenções de nomes e documentação online da marca, permitindo que todos os módulos de aplicações existentes da Micrium se tornem compatíveis com IPv4 e IPv6 (servidor HTTP e cliente DNS, DHCP, FTP, Server, Telnet e SMTP).

Os melhoramentos adicionais ao software do programa “The Power of Two” incluem novas ferramentas de desenvolvimento grátis, os novos Renesas Demonstration Kits (RDKs) com MCus Renesas RX63N e a nova tecnologia Renesas Firmware Integration Technology (FIT). Como o software da Micrium inclui kernel e stacks middleware não se torna necessário implementar drivers de baixo nível que se tornariam difíceis de integrar em aplicações embebidas mais complexas. A Renesas criou os códigos FIT para resolver este problema e os módulos FIT são escritos de forma a trabalharem uns com os outros num ambiente RTOS.

Além disso, o programa “The Power of Two” tira agora partido do novo programa Evergreen da Micrium, desenhado para simplificar projectos e acelerar o desenvolvimento ao permitir reintegrar e validar exemplos criados para MCUs da Renesas de forma continuada. Existem já mais de trinta projectos exemplos para MCUs Renesas RL78 e RX, incluindo projectos como a “Demo of Everything” da Micrium  que usa um microcontrolador Renesas RX63N com suporte Evergreen. Ao aplicarmos projectos exemplo Micrium Evergreen nas placas de desenvolvimento da Renesas, este programa garante que os projectos vão funcionar de acordo com as especificações, evitando atrasos de depuração. Finalmente, a Micrium acrescentou a sua stack µC/USB-Device com suporte áudio para sistemas que têm que trabalhar com música, voz e outros tipos de som, tal como em projectos de electrónica de consumo com microfones e colunas.

Segundo Jean Labrosse, presidente e CEO da Micrium, “o suporte IPv6, FIT e Evergreen são excelentes exemplos da colaboração bem sucedida entre as duas empresas, permitindo melhorar a produtividade e ajudar a criar blocos de construção base com os quais o mercado pode concretizar as suas visões mais rapidamente”

O programa “The Power of Two” combina os microcontroladores da Renesas com sistema operativo em tempo real e componentes middleware (stacks de conectividade, software de armazenamento e gráficos) da Micrium, assim como as ferramentas de desenvolvimento da IAR Systems. A adesão a este programa garante acesso a uma licença de um ano do IAR Embedded Workbench para os MCUs RX ou RL78, incluindo um ano de suporte técnico e actualizações de software, assim como até duas horas de formação online na IAR Academy. Para já o programa está em vigor exclusivamente no continente americano (norte, centro e sul).
 
  > Saber mais informações sobre o programa de desenvolvimento
 
  > Visitar o website da Renesas na Europa