A fundação Raspberry Pi anunciou uma nova solução que desta vez visa responder às necessidades mais sérias, apelando aos utilizadores na área industrial e empresas. Isto porque, de uma plataforma humilde, a Raspberry Pi evoluiu e amadureceu, o software está agora completo e estável e continua a melhorar, havendo cada vez mais utilizadores que estão a embeber a RPi nos seus sistemas e mesmo em produtos comerciais. Segundo os responsáveis da fundação, está claramente identificada a necessidade de uma solução com um formato mais flexível para dar acesso a esta tecnologia a um preço igualmente acessível, libertando o núcleo da Raspberry Pi para se tornar parte integral de novos produtos.
O resultado deste raciocínio foi o que deu origem ao Raspberry Pi Compute Module.
 
Esta nova placa que irá ficar disponível a partir de Junho de 2014, irá expandir ainda mais as aplicações da arquitectura RPi, contendo o mesmo processador SoC BCM2835, 512Mbyte de RAM e um módulo de memória Flash eMMC de 4Gbytes, tudo num formato de apenas 67,6 x 30 mm que comunica através de um conector DDR2 SODIMM standard. Quando a fundação fala num formato “mais flexível”, seguramente que os cerca de 7 gramas que esta placa pesa, juntamente com a sua pura capacidade de processamento e muitos mais GPIOs de baixo nível comparativamente à RPi irão agradar a um mercado bastante vasto.
 
Basicamente, temos uma Raspberry Pi reduzida ao mínimo para caber num módulo de memória SODIMM, com conectores que podemos customizar à medida das necessidades. A intenção é que este Compute Module responda às necessidades de quem quer criar a sua própria placa de circuito impresso.
 
Para programação, vai ser lançada igualmente uma placa de expansão de entradas/saídas (IO Board) à qual se liga esta placa Compute Module. É uma simples placa de expansão open-source para alimentar o módulo e permitir programar o módulo de memória Flash. Além disso, essa expansão dá acesso aos interfaces dando acesso mais fácil aos sinais e também aos conectores HDMI e USB de forma a que o sistema todo possa arrancar com qualquer sistema operativo.
 
A placa vem igualmente com um template de arranque para quem quiser criar projectos com este novo módulo e para experimentar o hardware e testar um sistema antes de passar a fases mais complexas de desenho de PCI. Inicialmente, o Compute Module e a placa de expansão IO Board vão ser disponibilizadas como um kit de desenvolvimento. O preço de referência deste novo Compute Module Pi vai ser de $30 dólares para quantidades de 100.
 
A Element14 e a RS components vão naturalmente ter a solução em stock quando esta sair.
 
  > Ver mais informação sobre o Raspberry Pi Compute Module