Tal como havíamos noticiado em Abril 2014, quem trabalha em sistemas embebidos pode agora contar com uma  plataforma para protótipos de baixo custo com o novo módulo de computação Raspberry Pi lançado pela fundação Raspberry Pi.

A RS Components (RS) confirmou entretanto a disponibilidade deste “Compute Module” para Raspberry Pi no seu catálogo. O novo módulo de computação Raspberry Pi proporciona uma plataforma mais flexível para aplicações de sistemas embebidos e agora pode ser adquirido na RS num kit de desenvolvimento, que inclui também um módulo E/S que proporciona toda a conectividade necessária na criação de protótipos.

Desenvolvido especificamente para sistemas embebidos, o novo módulo de computação expande ainda mais a arquitectura RPi, incluindo um processador SoC Broadcom BCM2835, 512Mbytes de RAM e um módulo de memória Flash eMMC de 4Gbytes, tudo num formato de apenas 67,6 x 30 mm que comunica através de um conector DDR2 SODIMM standard. Quando a fundação fala num formato “mais flexível”, seguramente que os cerca de 7 gramas que esta placa pesa, juntamente com a sua pura capacidade de processamento e muitos mais GPIOs de baixo nível comparativamente à RPi irão agradar a um mercado bastante vasto.
 
Basicamente, temos uma Raspberry Pi reduzida ao mínimo para caber num módulo de memória SODIMM, com conectores que podemos customizar à medida das necessidades. A intenção é que este Compute Module responda às necessidades de quem quer criar a sua própria placa de circuito impresso.

O módulo E/S é simplesmente uma placa de desenvolvimento de código aberto à qual se conecta o módulo de computação para permitir programar a memória flash do módulo e aceder facilmente às interfaces do processador através de conectores flexíveis e de pinos, de forma similar à Raspberry Pi standard. Proporciona as portas HDMI e USB necessárias para criar um sistema completo que possa arrancar o sistema operativo.

Sobre este desenvolvimento, Eben Upton, da Raspberry Pi Foundation comenta: “A ideia de criar o módulo de computação surgiu com a constatação de que uma grande quantidade de pessoas que desenham equipamentos industriais e comerciais incorporavam uma Raspberry Pi no seu sistema final. Queríamos encontrar uma solução que proporcionasse todos os recursos da Raspberry Pi num formato compacto, deixando a E/S para o fabricante do sistema final.”

“A Raspberry Pi está a demonstrar que vai mais além do seu conceito original: ser uma ferramenta de programação educativa para proporcionar uma forma rápida e acessível de desenvolver sistemas embebidos”, comentou Glenn Jarrett, Global Head of Product Marketing de RS Components. “Prevemos que com esta solução todo o processo de desenvolvimento possa ser acelerado, recorrendo aos recursos da comunidade de Raspberry Pi, em grande crescimento durante os últimos anos.”

O módulo de computação Raspberry Pi já pode ser pré-encomendado e vai ficar disponível em separado a partir do Outono de 2014.
 
  > Visitar o website da RS Components