Os sistemas de iluminação estão a evoluir a uma velocidade vertiginosa, tornando-se cada vez mais eficientes na capacidade luminosa gerada. A Cree, acaba de lançar o seu novo LED XLamp XP-L que é justamente o primeiro díodo electroluminescente comercialmente disponível a conseguir superar a barreira de eficácia dos 200 lúmens por watt (LPW) com 350 mA.
 
Sendo capaz de gerar até 1226 lúmens (com 1050 mA e 85°C) num encapsulamento de apenas 3,45 mm x 3,45 mm, este novo LED XLamp XP-L da Cree traz para o mercado uma solução 50% mais eficiente para actualização de sistemas de iluminação de nova geração ou já existentes.
 
Tendo em conta que se trata de uma solução com o mesmo desenho de base da série XP, este novo produto desta marca especializada em tecnologia LED irá permitir expandir rapidamente várias gamas de soluções existentes no mercado com base nos desenhos da marca, sem exigir mais desenvolvimentos e custos adicionais para os fabricantes. Por outro lado, trata-se de uma solução que irá permitir colocar soluções de iluminação no mercado capazes de rivalizar em potência luminosa com as soluções baseadas em tecnologias convencionais de grande consumo, contribuindo assim para expandir ainda mais as aplicações LED bastante mais económicas e eficientes do ponto de vista de consumo energético.
 
Sendo agora o membro mais brilhante existente na indústria nesta classe de LEDs de alta densidade, o novo LED XP-L da Cree permite também o mais elevado factor de controlo óptico (OCF), resultando num impacto directo na dimensão e desempenho de sistemas LED para aplicações de iluminação direccionais. Com o seu factor OCF elevado, o XP-L irá permitir aos fabricantes melhorar o desempenho de soluções de iluminação LED de alta potência existentes, desde candeeiros de iluminação pública como luzes de estádio.
 
O novo LED XP-L da Cree possui um factor CRI de 90 e pode variar a temperatura de cor entre 2700 K até 8300 K, ajustando-se assim também a aplicações diversas em interiores e exteriores. Como produto “sucessor” do XLamp XM-L2, os fabricantes de sistemas de iluminação que procurem obter qualificações Energy Star podem usar simplesmente 3000 horas de dados LM-80, poupando potencialmente até quatro meses no processo de aprovação.
 
  > Visitar o website da Cree para saber mais