A Imagination Technologies anunciou o lançamento da sua nova arquitectura Whisper para aplicações IoT, wearables e outros dispositivos conectados que exigem grande autonomia de bateria com consumos e custos muito reduzidos. Trata-se de uma nova arquitectura de processamento rádio (RPU) Ensigma Series4 a que a Imagination Technologies designou como Whisper.

Segundo explica Tony King-Smith, responsável de marketing da Imagination, “muitos dispositivos que afirmam suportar aplicações IoT actualmente, são na verdade sistemas adaptados de outros mercados, tal como aplicações móveis ou embebidas, não respondendo totalmente aos exigentes requisitos de consumo e de custos deste mercado. Com os RPUs Whisper, torna-se possível criar toda uma nova geração de dispositivos para aplicações tão diversas como eHealth, energia, agricultura e segurança”.

Com esta nova arquitectura a Imagination disponibiliza ao mercado os CPUs, GPUs e RPUs de muito baixo consumo que garantem a base sobre o qual se torna possível desenvolver dispositivos IoT, suportados por plataformas IP de hardware optimizado e pela tecnologia FlowCloud da marca, para verdadeira conectividade entre as aplicações e serviços em cloud.

Para além de maior eficiência em termos de consumo, os RPUs Whisper foram desenhados para proporcionar máxima flexibilidade de configuração para uma vasta gama de aplicações. De acordo com a Imagination, a arquitectura Whisper suporta toda uma gama de padrões de conectividade de baixa cadência de dados, ao mesmo tempo optimizando consumos estáticos e dinâmicos.

A nova arquitectura RPU Ensigma Series4 da Imagination, tal como as versões RPU Ensigma Explorer de alto desempenho, já suportam os padrões Wi-Fi, Bluetooth Classic, Bluetooth Smart, NFC, GNSS e outras tecnologias de comunicação de baixo consumo existentes, directamente integrado no SoC, de forma a minimizar o consumo e a dimensão total dos sistemas, para além de proporcionarem um custo bastante mais baixo do que as soluções convencionais. Como se torna possível perceber no diagrama anexo que ilustra esta arquitectura de processamento rádio, a integração entre modem e processador permite mesmo eliminar a necessidade de recorrer ao processador hospedeiro ou aliviar a carga sobre o mesmo, viabilizando sistemas embebidos ultra-compactos e de muito baixo consumo.

Complementada por API’s comuns aos RPUs da família Imagination Ensigma, os sistemas Whisper permitem igualmente reutilizar software existente em diferentes plataformas e acelerar a disponibilidade de novas aplicações no mercado. Para aplicações IoT é possível igualmente beneficiar da combinação entre os RPUs Ensigma e CPUs MIPS a 32-bit que são actualmente dos mais compactos núcleos de processamento com elevados níveis de desempenho, virtualização hardware e múltiplos sistemas de segurança.

Segundo explica a Imagination Technologies, os dispositivos SoC de arquitectura Ensigma Whisper vão começar a surgir no mercado no último trimestre de 2014.
 
  > Visitar o website da Imagination Technologies para mais informações