Os sistemas de rede LIN (Local interconnect network) estão a ter um crescimento exponencial em aplicações automóveis, dando origem ao surgimento de módulos de rede capazes de controlar múltiplos barramentos LIN. Para responder à procura de mercado provocada pelo número crescente de sistemas transceptores multi-LIN, a empresa belga Melexis apresentou uma nova geração de chips transceptores LIN de 2 e 4 canais. O dispositivo MLX80002/4 permite reduzir os custos das redes LIN em cerca de 20% quando comparados com implementações de circuitos integrados com um só transceptor que se encontram, por exemplo, num módulo principal de controlo BCM (Body Control Module) de um veículo. O MLX80002/4 amplia a gama de produtos já existente da Melexis em termos de transceptores LIN e chips base de sistema.
 
O barramento LIN continua a ser adoptado em aplicações automóveis e na indústria sobretudo graças à introdução da norma LIN versão 2.x e da especificação de rede SAE J2602. Este sistema de comunicação robusto e económico permite dispor de numerosas funções básicas de rede em subsistemas que, até agora, não se consideravam rentáveis para controlo inteligente e accionamento. Graças à implementação bem sucedida de numerosas aplicações LIN diferentes, começou a tornar-se necessário dispor de sistemas BCM capazes de gerir ao mesmo tempo diferentes subsistemas de bus LIN. Este dispositivo MLX80002/4 vem responder a esta necessidade com uma solução simples e económica.
 
O MLX80002/4 combina dois ou quatro transceptores LIN num mesmo circuito e o seu funcionamento é compatível com o actual padrão de referência MLX80001, permitindo o desenvolvimento de módulos master de rede multi-LIN económicos. As resistências de terminação LIN integradas de 1kOhm e os díodos de desacoplamento reduzem ainda mais os custos de sistema. Além disso, a função de gestão de potência integrada facilita a gestão dos diferentes canais LIN. Este transceptor LIN de 2/4 canais é produzido com tecnologia HV-CMOS de 0,35 microns e baseia-se no conhecido transceptor MLX80020 de um canal.
 
O comportamento dos Circuitos Integrados para barramentos LIN, em termos de compatibilidade electromagnética é um aspecto crítico nas aplicações em automóveis. O desenho do MLX80002/4 destaca-se pela sua robustez quando submetido a perturbações de alta frequência. O CI demonstra uma muito baixa susceptibilidade a emissões electromagnéticas, permitindo simplificar os desafios de sistemas de rede de comunicação em ambientes hostis como podem ser as redes automóveis. É uma solução totalmente compatível com as exigências de todos os fabricantes OEM e permite a maior robustez actualmente possível face a descargas electrostáticas. Para a transmissão de dados de acordo com a especificação SAEJ2602 está igualmente disponível um modo especial de resposta lenta.
 
O MLX80002/4 pode funcionar em temperaturas entre -40°C a 125°C e tem protecções face a aquecimento, descargas de 40V e curto-circuitos. A gestão integrada em modo de espera assegura que o MLX80002/4 é capaz de “despertar” a partir de notificação pelo próprio bus LIN ou directamente a partir de um microcontrolador conectado a outra fonte externa. Outros mecanismos de segurança integrados, tal como a limitação do tempo para RXD e TXD e um temporizador em modo dormente, aumentam a disponibilidade do sistema LIN em caso de falhas. Para responder à necessidade de redução de consumo em modo de repouso, o consumo típico de corrente em standby pode ser reduzido a apenas 10µA.
 
A Melexis tem já amostras homologadas disponíveis em encapsulamento QFN 4x4mm de 25 pinos, com conformidade RoHS. A utilização do mesmo formato de encapsulamento em ambas as versões destes chips permite facilitar a actualização dos canais LIN na aplicação, de acordo com as necessidades. Estes dispositivos têm igualmente homologação PPAP e AECQ-100.
 
  > Visitar o website da Melexis para mais informação