Nos últimos anos, a LG Display tem estado permanentemente na liderança da tecnologia de displays TFT-LCD, apresentando melhoramentos sucessivos em termos de luminosidade, maior contraste e eficiência energética. Numa altura em que os grandes fabricantes japoneses estão a tentar recuperar o protagonismo perdido para as marcas coreanas, nomeadamente apostando em novos processos e tecnologias, tal como a dos ecrãs OLED, a LG Display tem continuamente surpreendido a indústria com anúncios sucessivos de grande evolução igualmente nesta área.

Agora, a LG Display revelou ao mundo um novo painel OLED flexível de 18 polegadas que, indo bastante para além daquilo que a marca já tinha mostrado em painéis de pequena dimensão para smartphones, é suficientemente flexível para poder ser enrolado. Além disso, trata-se de um ecrã transparente, uma área em que a marca tem vindo a apostar, nomeadamente pelo enorme potencial que a tecnologia apresenta, por exemplo para criar montras dinâmicas em lojas e sistemas de vending, entre muitas outras aplicações.

Com esta nova geração de painéis, a LG Display está também a mostrar ao mercado global que já possui todas as tecnologias fundamentais para liderar o mercado em aplicações de painéis flexíveis e transparentes de grande dimensão. O novo painel OLED apresenta para já uma resolução de alta definição, com 1200 x 810 pixels, ou seja, quase 1 milhão de pixels. A curvatura do painel atinge um raio de 30R e o painel pode mesmo ser enrolado ao limite sem afectar as suas funções. Isto prova que a LG Display está no bom caminho para vir a produzir futuramente painéis flexíveis com diagonais superiores a 50 polegadas.
 
Para atingir esta elevada capacidade de curvatura, a LG Display está a usar um novo tipo de película de poliamida de elevada densidade molecular como base do novo painel flexível, em vez de plástico convencional. Esta película de poliamida ajuda igualmente a reduzir a espessura do painel o que se torna importante para aumentar a flexibilidade do mesmo.

Por outro lado, a LG Display continua a aperfeiçoar a sua gama de painéis OLED transparentes, conseguindo já atingir uma transmissividade de 30%, o que foi conseguido com base na tecnologia de pixels transparentes originalmente desenvolvida pela marca – e que permitiu que este tipo de ecrãs tenham sido rapidamente adoptados no mercado sobretudo para aplicações em montras.

A  LG Display conseguiu agora aumentar significativamente a transparência do painel ao usar circuitos e componentes que constituem apenas 2% por cento do próprio painel. Com este novo desenvolvimento, a marca conseguiu melhorar significativamente a eficiência da transparência do painel, considerando que a transmissividade máxima dos painéis transparentes LCD actualmente no mercado é de 10%. Nas imagens de demonstração que a LG divulgou onde se comparam as duas implementações, nota-se que o novo ecrã se torna praticamente invisível quando não está a ser exibida qualquer imagem.
 
“A LG Display foi pioneira no mercado de televisores OLED e está agora a liderar a próxima geração de aplicações desta tecnologia. Estamos confiantes que, por volta de 2017, vamos conseguir desenvolver um painel OLED Ultra HD flexível e transparente com mais de 60 polegadas, o qual irá atingir uma transmissividade superior a 40% e um raio de curvatura de 100R, liderando assim este mercado,” afirma In-Byung Kang, vice-presidente sénior e responsável de investigação e desenvolvimento na LG Display.
 
  > Visitar o website da LG Display para mais informações